Compositor, cantor, multi-instrumentista e produtor musical, Luiz Renato Jimenez nasceu em São Paulo em 1967 e iniciou seus estudos de música ainda garoto no Conservatório Beethoven (violino), mas entediou-se com o método tradicional de ensino. Mais tarde aprendeu, de maneira autodidata, violão, contrabaixo, guitarra e teclados. Também estudou técnicas de canto com a professora Anita Deixler. Além de seus estudos em música, cursou Filosofia na Universidade de São Paulo.

Como compositor de trilhas musicais, Renato já trabalhou com grandes nomes da Dança e do Teatro como Mário Nascimento, Miriam Druwe, Maurício de Oliveira, Ivonice Satie, Armando Aurich, Paulo Goulart Filho, Gabriel Castillo (DV8) e Debora Furquim. Entre as principais Companhias para as quais assinou composições estão o Ballet da Cidade de São Paulo, Cia Mario Nascimento, Distrito Cia de Dança, Nicete Bruno Produções, Insaio Cia de Arte e Cia de Danças de Diadema.

Em 2003 Co-fundou a inSaio Cia de Artes, companhia com diversos projetos contemplados pelo ProAc (2011, 2013, 2014) e por várias edições do Fomento à Dança em São Paulo (2010, 2013, 2014, 2015, 2017).  Participou de diversos projetos premiados e sua trilha para “O Cavalo na Montanha” foi indicada ao Prêmio Shell 2002 de melhor música original. Apresentou-se em eventos como o Resolution (The Place London), Festival de Dança de Joinville (grupo convidado), Bienais SESC de Dança, Semanas de Dança (CCSP) e Panorama SESI de Dança.

Entre 2006 e 2010 Renato morou em Londres, onde participou de diversos projetos musicais e aperfeiçoou seus conhecimentos em tecnologia musical e composição eletro-acústica.

Entre seus trabalhos voluntários estão o projeto INDJOY, onde Renato oferece 50% dos royalties de suas músicas em prol da preservação ambiental e de povos indígenas, e aulas de música para crianças superdotadas da Associação Paulista para Altas Habilidades.

Principais Trabalhos Musicais:

Dança Contemporânea e Teatro

“Dark Room” (2015)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea contemplado pelo 14º Edital do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo.

“Anseio” (2013)

Coreógrafa: Claudia Palma (Cia de Danças de Diadema)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Cálamo” (2012)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea contemplado pelo ProAC 2011. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Lugar Algum” (2010)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea premiado pela 8a. Edição do Fomento à Dança/SP.

“O Menino que Espiava pra Dentro” (2010)

Coreógrafa: Luiza Gentile (Projeto Passo a Passo – ONG)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança infantil para crianças carentes de Diadema.

“Blood Song” (2009)

Coreógrafos: Dominique Bulgin e Everaldo Pereira

Compôs e dirigiu a música desta obra de teatro físico selecionada para a mostra “Resolution 2008” (The Place, Londres). Atuou ao vivo como cantor e baixista.

“Um Outro Tempo Líquido” (2006)

Coreógrafo: Maurício de Oliveira; Companhia: Distrito Cia da Dança

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Um Campo em Preto e Branco II” (2006)

Coreógrafo: Armando Aurich

Compôs a trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Jardim Noturno II” (2005)

Coreógrafo: Maurício de Oliveira; Companhia: Siameses

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Um Campo em Preto e Branco” (2005)

Coreógrafo: Armando Aurich; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Maracatu, Frevo e Corrupção” (2004)

Coreógrafo: Armando Aurich; Produzido pelo Grupo In Saio (fundado e dirigido por Armando Aurich e Renato Jimenez)

Concebeu esta obra de dança contemporânea juntamente com o coreógrafo. Compôs a música e o texto. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Lei de Nada” (2004)

Coreógrafo: Gabriel Castillo; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs e mixou parte da trilha deste espetáculo de teatro físico.

“XY” (2004)

Diretor: Paulo Goulart Filho (Nicete Bruno Produções Artísticas)

Compôs a trilha musical para esta produção teatral.

“Problemas Humanos, Poemas Urbanos” (2003)

Coreógrafa: Miriam Druwe

Concebeu esta obra baseada na poesia sonora juntamente com a coreógrafa. Compôs a música e os poemas sonoros. Atuou ao vivo como músico/ator. O trabalho recebeu o prêmio “Braços e Pernas pela Cidade” 2003 do Centro Cultural São Paulo.

“Substância Básica” (2002)

Coreógrafo: Armando Aurich; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a música e o texto desta obra de teatro físico. Atuou ao vivo como cantor e baixista.

“O Cavalo na Montanha” (2002)

Diretora: Barbara Bruno (Nicete Bruno Produções Artísticas)

Compôs a trilha musical e a ambientação para esta produção teatral.

A Trilha musical foi indicada ao Prêmio Shell 2002 (melhor música).

“Yin” (2002)

Coreógrafa: Ivonice Satie

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Pode Entrar que Estou Aqui” (2002)

Coreógrafa: Deborah Furquim

Compôs parte da trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Trovador” (2001)

Coreógrafo: Mário Nascimento

Compôs a música e o texto desta obra de dança contemporânea. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Baque” (2001)

Coreógrafo: Mário Nascimento; Companhia: Cia de Danças de Diadema

Compôs parte da trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Whisky of Chuchu” (2001)

Coreógrafo: Armando Aurich; Produzido pelo Grupo In Saio (fundado e dirigido por Armando Aurich e Renato Jimenez)

Concebeu esta obra de dança contemporânea juntamente com o coreógrafo. Compôs a música e o texto. Atuou ao vivo como músico/performer. O trabalho recebeu o Prêmio Estímulo à Dança 2003 da Prefeitura Municipal de São Paulo.

“Codornas em Pétalas de Rosas” (2000)

Coreógrafa: Lilia Shaw; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Bacon” (1999)

Coreógrafo: Armando Aurich

Compôs a trilha musical para este espetáculo de teatro fîsico. Atuou ao vivo como músico. Prêmio Rede Stagium 1999.

Música para Cinema e Vídeo

“Irmãos Campana em São Paulo” (2004)

Diretora: Thais Stocklos

Compôs uma faixa da trilha musical do filme.

“Cama de Gato” (2002)

Diretor: Alexandre Stockler

Compôs uma faixa da trilha musical deste premiado longa-metragem.

“O Ponto” (2002)

Diretor: Alberto Santos

Compôs a trilha musical do filme.

Outros Trabalhos Musicais

Em 2009 lançou o pioneiro projeto musical-ambiental “INDJOY”, onde suas canções são oferecidas ao público voluntariamente, em prol da proteção da Floresta Amazônica. O INDJOY estimula o público a participar ativamente desta causa, e tem levantado fundos para organizações não governamentais atuantes.

 

Compositor, cantor, multi-instrumentista e produtor musical, Luiz Renato Jimenez nasceu em São Paulo em 1967 e iniciou seus estudos de música ainda garoto no Conservatório Beethoven (violino), mas entediou-se com o método tradicional de ensino. Mais tarde aprendeu, de maneira autodidata, violão, contrabaixo, guitarra e teclados. Também estudou técnicas de canto com a professora Anita Deixler. Além de seus estudos em música, cursou Filosofia na Universidade de São Paulo.

Como compositor de trilhas musicais, Renato já trabalhou com grandes nomes da Dança e do Teatro como Mário Nascimento, Miriam Druwe, Maurício de Oliveira, Ivonice Satie, Armando Aurich, Paulo Goulart Filho, Gabriel Castillo (DV8) e Debora Furquim. Entre as principais Companhias para as quais assinou composições estão o Ballet da Cidade de São Paulo, Cia Mario Nascimento, Distrito Cia de Dança, Nicete Bruno Produções, Insaio Cia de Arte e Cia de Danças de Diadema.

Em 2003 Co-fundou a inSaio Cia de Artes, companhia com diversos projetos contemplados pelo ProAc (2011, 2013, 2014) e por várias edições do Fomento à Dança em São Paulo (2010, 2013, 2014, 2015, 2017).  Participou de diversos projetos premiados e sua trilha para “O Cavalo na Montanha” foi indicada ao Prêmio Shell 2002 de melhor música original. Apresentou-se em eventos como o Resolution (The Place London), Festival de Dança de Joinville (grupo convidado), Bienais SESC de Dança, Semanas de Dança (CCSP) e Panorama SESI de Dança.

Entre 2006 e 2010 Renato morou em Londres, onde participou de diversos projetos musicais e aperfeiçoou seus conhecimentos em tecnologia musical e composição eletro-acústica.

Entre seus trabalhos voluntários estão o projeto INDJOY, onde Renato oferece 50% dos royalties de suas músicas em prol da preservação ambiental e de povos indígenas, e aulas de música para crianças superdotadas da Associação Paulista para Altas Habilidades.

Principais Trabalhos Musicais:

Dança Contemporânea e Teatro

“Dark Room” (2015)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea contemplado pelo 14º Edital do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo.

“Anseio” (2013)

Coreógrafa: Claudia Palma (Cia de Danças de Diadema)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Cálamo” (2012)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea contemplado pelo ProAC 2011. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Lugar Algum” (2010)

Coreógrafa: Claudia Palma (Insaio Cia de Arte)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea premiado pela 8a. Edição do Fomento à Dança/SP.

“O Menino que Espiava pra Dentro” (2010)

Coreógrafa: Luiza Gentile (Projeto Passo a Passo – ONG)

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança infantil para crianças carentes de Diadema.

“Blood Song” (2009)

Coreógrafos: Dominique Bulgin e Everaldo Pereira

Compôs e dirigiu a música desta obra de teatro físico selecionada para a mostra “Resolution 2008” (The Place, Londres). Atuou ao vivo como cantor e baixista.

“Um Outro Tempo Líquido” (2006)

Coreógrafo: Maurício de Oliveira; Companhia: Distrito Cia da Dança

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Um Campo em Preto e Branco II” (2006)

Coreógrafo: Armando Aurich

Compôs a trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Jardim Noturno II” (2005)

Coreógrafo: Maurício de Oliveira; Companhia: Siameses

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Um Campo em Preto e Branco” (2005)

Coreógrafo: Armando Aurich; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Maracatu, Frevo e Corrupção” (2004)

Coreógrafo: Armando Aurich; Produzido pelo Grupo In Saio (fundado e dirigido por Armando Aurich e Renato Jimenez)

Concebeu esta obra de dança contemporânea juntamente com o coreógrafo. Compôs a música e o texto. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Lei de Nada” (2004)

Coreógrafo: Gabriel Castillo; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs e mixou parte da trilha deste espetáculo de teatro físico.

“XY” (2004)

Diretor: Paulo Goulart Filho (Nicete Bruno Produções Artísticas)

Compôs a trilha musical para esta produção teatral.

“Problemas Humanos, Poemas Urbanos” (2003)

Coreógrafa: Miriam Druwe

Concebeu esta obra baseada na poesia sonora juntamente com a coreógrafa. Compôs a música e os poemas sonoros. Atuou ao vivo como músico/ator. O trabalho recebeu o prêmio “Braços e Pernas pela Cidade” 2003 do Centro Cultural São Paulo.

“Substância Básica” (2002)

Coreógrafo: Armando Aurich; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a música e o texto desta obra de teatro físico. Atuou ao vivo como cantor e baixista.

“O Cavalo na Montanha” (2002)

Diretora: Barbara Bruno (Nicete Bruno Produções Artísticas)

Compôs a trilha musical e a ambientação para esta produção teatral.

A Trilha musical foi indicada ao Prêmio Shell 2002 (melhor música).

“Yin” (2002)

Coreógrafa: Ivonice Satie

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Pode Entrar que Estou Aqui” (2002)

Coreógrafa: Deborah Furquim

Compôs parte da trilha musical para este solo de dança contemporânea.

“Trovador” (2001)

Coreógrafo: Mário Nascimento

Compôs a música e o texto desta obra de dança contemporânea. Atuou ao vivo como músico/performer.

“Baque” (2001)

Coreógrafo: Mário Nascimento; Companhia: Cia de Danças de Diadema

Compôs parte da trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Whisky of Chuchu” (2001)

Coreógrafo: Armando Aurich; Produzido pelo Grupo In Saio (fundado e dirigido por Armando Aurich e Renato Jimenez)

Concebeu esta obra de dança contemporânea juntamente com o coreógrafo. Compôs a música e o texto. Atuou ao vivo como músico/performer. O trabalho recebeu o Prêmio Estímulo à Dança 2003 da Prefeitura Municipal de São Paulo.

“Codornas em Pétalas de Rosas” (2000)

Coreógrafa: Lilia Shaw; Companhia: Ballet da Cidade de São Paulo

Compôs a trilha musical para este espetáculo de dança contemporânea.

“Bacon” (1999)

Coreógrafo: Armando Aurich

Compôs a trilha musical para este espetáculo de teatro fîsico. Atuou ao vivo como músico. Prêmio Rede Stagium 1999.

Música para Cinema e Vídeo

“Irmãos Campana em São Paulo” (2004)

Diretora: Thais Stocklos

Compôs uma faixa da trilha musical do filme.

“Cama de Gato” (2002)

Diretor: Alexandre Stockler

Compôs uma faixa da trilha musical deste premiado longa-metragem.

“O Ponto” (2002)

Diretor: Alberto Santos

Compôs a trilha musical do filme.

Outros Trabalhos Musicais

Em 2009 lançou o pioneiro projeto musical-ambiental “INDJOY”, onde suas canções são oferecidas ao público voluntariamente, em prol da proteção da Floresta Amazônica. O INDJOY estimula o público a participar ativamente desta causa, e tem levantado fundos para organizações não governamentais atuantes.